domingo, 14 de novembro de 2010

Compra coletiva é a nova onda virtual


COMPRA COLETIVA
Você sabe como funciona a maior novidade da internet:
INFORME-SE JÁ:
Agende uma consulta pelo e-mail dr.ricardofranklindesousa@gmail.com 
ou pelo telefone:
( 063 ) 8403 5177

Odontologia Estética

Quando o assunto estética é abordado uma das maiores dificuldades encontradas é exatamente na definição da palavra “estética”. Pode-se encontrar definições clássicas como:“Estética é a ciência da beleza presente na natureza e nas artes”, entretanto a subjetividade é um fator determinante na definição de beleza. O que desperta a atenção de alguns pode não causar a mesma reação nos outros. Cada indivíduo tem suas preferências próprias e o conceito de estética pode variar com a época, a idade e o tipo de cultura de uma comunidade. 

Na cultura moderna ocidental a aparência é de suma importância e exige um novo padrão de beleza do sorriso. O atual padrão de beleza traduz-se por dentes claros, bem contornados e corretamente alinhados. A beleza é um fator determinante na auto-estima, e essa é crucial nos relacionamentos interpessoais. Alterações na aparência podem refletir no comportamento psicológico e social do ser humano, essas mudanças podem ser desde o simples disfarce do problema até a total introversão do indivíduo.  
Desde o inicio da nossa vida a boca é o órgão de ligação de bebê com o mundo externo, na vida adulta ela é o órgão da expressão e comunicação social. Dessa forma as pessoas procuram dentes brancos por diversas razões e essas podem ser: sociais, profissionais e psicológicas. Portanto quando nos deparamos com um paciente com queixas estéticas, deve-se considerar todos esses fatores envolvidos, o profissional deve ouvir suas reclamações e dar todas as opções de tratamento.  
O clareamento consiste em uma das opções de tratamento estético e ele pode ser empregado isoladamente ou em conjunto com outros procedimentos estéticos. Entretanto o clareamento, em suas diversas formas é a modalidade de tratamento mais conservadora, por manter intactas as estruturas dentárias sadias. Porém o clareamento não é um procedimento previsível, mas de acordo com os estudos o índice de sucesso inicial é de 92%. Desse modo, o tratamento por si só pode mudar significativamente a aparência dos dentes.

CLAREAMENTO DENTAL




Qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que eles estejam íntegros, sem muitas restaurações.
Técnicas de clareamento:
 Técnicas caseiras com substâncias químicas.
 Técnicas utilizadas no consultório com o auxílio de luz para aquecimento ou laser.
Todas são capazes de realizar o clareamento. O que as difere é o tempo que é levado para concluir uma técnica e outra. 
O
 clareamento caseiro demora mais tempo, porém é menos agressivo ao dente. Quanto mais rápidas são as técnicas, maior efeito colateral provocam. Este efeito, basicamente é sensibilidade dentinária.
Para um sorriso mais branco é usado uma técnica de
 clareamento à laser. A boca é protegida por uma máscara de borracha com pequenos furos, que deixam apenas os dentes à mostra. Em seguida é aplicado um gel à base de peróxido de hidrogênio a 35%, que é um poderoso despigmentante. O laser é passado dente a dente por uma espécie de caneta com ponta luminosa. O laser ativa o produto, que remove os pigmentos internos e externos. 
O clareamento deve ser feito a cada dois ou três anos.

Como funciona o clareamento dental? 
As moléculas dos géis oxidantes (liberadores de oxigênio) penetram na intimidade do esmalte e da dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, "quebra" as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.
Como posso clarear meus dentes? 
Os dentes podem ser clareados através de géis ou pastas oxidantes (liberadores de oxigênio) das seguintes maneiras:
1. No consultório: o dentista isola os dentes (com um lençol de borracha) para proteger a gengiva e aplica um agente oxidante forte. O clareamento dental a laser consiste na ativação do gel clareador especial sobre o dente de uma forma mais rápida que a convencional, podendo-se obter o efeito desejado em uma única sessão.
2. Em casa (doméstico): o paciente, sob a orientação do dentista, leva um gel oxidante fraco, para usar diariamente em casa.
Posso fazer sozinho ou preciso ir ao dentista? 
Não se recomenda clarear os dentes sem orientação profissional. Seja no consultório ou em casa, sempre deve haver monitoramento do dentista.
Os produtos usados no clareamento são seguros à saúde geral? 
Sim. Como outros produtos e medicamentos médicos e odontológicos, quando usados corretamente conforme orientação, não promovem nenhum prejuízo à saúde geral.
A mídia divulgou que o clareamento doméstico poderia potencializar o aparecimento do câncer. É verdade? 
Essa informação não tem fundamento. Tanto que a FDA (Food and Drug Administration) e a ADA (American Dental Association) aprovam o uso de peróxidos em cremes dentais, que são usados indiscriminadamente pela população. Essas entidades também não desaprovam o uso de clareadores dentais, desde que supervisionado por dentistas.
Eles provocam danos à gengiva? 
Não, desde que o paciente faça tratamento supervisionado e não use produtos vendidos pela TV ou em supermercados. 0 dentista confecciona uma moldeira individualizada que cobrirá somente a superfície dental, evitando, assim, que o agente clareador tenha contato direto e contínuo com a gengiva. Qualquer lesão e sensibilidade devem ser imediatamente comunicadas ao dentista.
0 dente clareado fica enfraquecido? 
Não. A estrutura dental não é afetada.
0 clareamento altera as restaurações já existentes? 
Não. Mas o paciente precisa saber que talvez tenha que trocar ou retocar as restaurações antigas: uma vez que as restaurações não sofrem ação dos clareadores, parecerão mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.
Posso fazer clareamento em qualquer idade? 
Sim. Não há contra-indicação específica quanto à idade. À partir dos 10 anos, é aceitável.
Durante o clareamento, o que devo e não devo fazer?
Deve fazer:
 Seguir as orientações do dentista.
• Retirar o dispositivo de clareamento 1 hora antes das refeições e reiniciar 1 hora após.
 Observar os dentes diariamente no espelho, monitorando o progresso do clareamento.
 Guardar o dispositivo, para o caso de necessitar de manutenção.
Não deve fazer:
• Fumar durante o tratamento.
• Tomar café, chá, beterraba, vinho tinto, Coca-Cola em excesso.
 Escovar os dentes logo após retirar o dispositivo.
 Emprestar o produto para outras pessoas.
Quanto tempo dura o tratamento doméstico? Dura de 7 a 10 dias, usando-se durante as noites. Podem haver variações dependendo do grau de escurecimento e de quanto se deseja clarear.
O dente clareado pode escurecer novamente? Sim. Mas nunca como era antes. Após 1 a 2 anos, pode haver a necessidade de uma manutenção, que é feita em 2 ou 3 noites.
Quais as contra-indicações do clareamento doméstico? Por precaução, deve-se evitar o tratamento em gestantes e lactentes.

Referência: Revista da APCD.

MOMENTO CULTURAL

video

http://www.youtube.com/watch?v=okb8nIpuXgs&feature=related


DIANA KRALL
Krall nasceu na Colúmbia Britânica numa família musical. Ela começou a tocar piano aos quatro anos, e durante a sua juventude a família mudou-se para Vancouver. No colegial, ela começou a tocar num pequeno grupo de jazz. Aos quinze anos, ela passou a se apresentar regularmente em diversos restaurantes de Nanaimo.
A sua técnica chamou a atenção do baixista Ray Brown, que a apresentou a diversos professores e produtores. Aos 17 anos, Krall ganhou uma bolsa para estudar no Berklee College Of Music em Boston, Massachusetts. Passado algum tempo ela mudou-se para Los Angeles, Califórnia, passando a estudar com Jimmy Rowles, com quem ela começaria a cantar. Em 1990, Krall foi para Nova York, gravando alguns álbuns e finalmente alcançando sucesso internacional. Ela e o músico britânico Elvis Costello casaram-se em dezembrode 2003. Diana engravidou de Elvis em 2006 e os gêmeos Dexter Henry Lorcan e Frank Harlan James nasceram em 6 de dezembro de 2006, em Nova Iorque capital.